Como melhorar a memória de maneira eficiente

Antes, acreditava-se que a memória só começava a se deteriorar com o passar do tempo. Agora, sabe-se que há uma grande quantidade de fatores que podem afetá-la. Exposição a toxinas, má alimentação, estresse, falta de sono e muitas outras condições podem prejudicar a capacidade de lembrar das coisas. É por isso que os cientistas querem saber como melhorar a memória.suplementos memoria

Um estilo de vida saudável pode fazer com que seu cérebro funcione melhor e, até mesmo, criar novos neurônios. O hipocampo do cérebro, isto é, o centro da memória, é especialmente capaz de gerar novas células. Agora, descobriu-se que o hipocampo se regenera ao longo de toda sua vida (mesmo que você tenha 90 anos), contanto que receba as ferramentas adequadas para isso.

Como melhorar a memória com a alimentação

Os alimentos têm um papel crucial na memória. As verduras frescas são essenciais, assim como as gorduras saudáveis. Alimentos como aipo, brócolis, curry, couve flor e nozes contêm antioxidantes e outros compostos que protegem a saúde cerebral e podem inclusive estimular a produção de novas células cerebrais.

O óleo de coco é uma gordura saudável que estimula a função cerebral. Consumir apenas duas colheradas do alimento por dia pode prevenir doenças neurológicas degenerativas. Todos os óleos vegetais são bons para o cérebro. O importante é consumi-los crus, pois, depois de cozidos, perdem todas as suas qualidades.

Também é possível incorporar algum produto na dieta para estimular a memória. O suplemento Intelimax IQ é um dos melhores que existem no mercado. Sua função é favorecer a memória e a concentração. Isso porque ativa a circulação sanguínea do cérebro e fornece todos os nutrientes necessários. Intelimax IQ é um suplemento natural, que não causa efeitos colaterais.

Exercícios para melhorar a memória

O exercício estimula o cérebro para que este trabalhe em uma capacidade ótima a partir do estímulo das células nervosas. Durante o treino, as células nervosas liberam proteínas conhecidas como fatores neurotróficos. Um deles em particular, chamado fator neurotrófico derivado do cérebro (BDNF), desencadeia inúmeras outras substâncias químicas que promovem a saúde dos nervos. Isto beneficia diretamente as funções cognitivas, inclusive a aprendizagem. O exercício regular não apenas melhora o fluxo sanguíneo para o cérebro, como também ajuda o aprendizado mais rápido de novas tarefas.

De acordo com estudos realizados, as pessoas que praticavam atividade física, ampliaram o centro da memória cerebral. Por outro lado, os indivíduos que não praticam nenhuma atividade, tendem a diminuir esta região. Para tirar o máximo de proveito do treino, recomenda-se um programa integral, o qual inclua exercícios de alto impacto, treinamento de força, alongamento e abdominais, além de movimentos intermitentes. O descanso também é muito importante para melhorar a memória. As horas de sono são necessárias para que o cérebro possa regenerar os danos causados durante o dia. Também é neste momento que ocorre o armazenamento de todo o conhecimento adquirido ao longo do dia.

Leave a Reply